Reservas de ouro por País

Cotação Diária da Prata em €

Cotação Diária da Ouro em €

Contacte-nos

Rua de Santo André - Centro Comercial Parque da Cidade Loja L, 2º Piso 4560 - 221 Penafiel Telefone:+351 255 214 495 Email:info@elementum.pt
Telefone: +351 255 214 495 Email: info@elementum.pt

Mercado de Ouro Indiano Volta a Ganhar Força

  • Home
  • /
  • Notícias
  • /
  • Mercado de Ouro Indiano Volta a Ganhar Força

Mercado de Ouro Indiano Volta a Ganhar Força



A Índia é o segundo maior consumidor de ouro do mundo, perdendo apenas para a China. Entretanto, o mercado de ouro na índia enfraqueceu nos últimos dois anos, com queda significativa da demanda, sobretudo por joias. Mas, mesmo antes da pandemia, os preços recordes do ouro em rúpia e a política do governo foram fatores negativos. Entretanto, recentemente, o mercado do metal amarelo na Índia parece estar a recuperar força, com a crescente demanda no retalho/varejo e um aumento nas importações de ouro.


As importações oficiais de ouro pela Índia totalizaram 72.3 toneladas em julho. Isto foi mais do que o dobro das 29.7 toneladas importadas em julho de 2020. Mês a mês, as importações de ouro aumentaram 357.6%, de apenas 15.8 toneladas em junho.


Um analista do World Gold Council (WGC) afirmou: “A correção no preço do ouro durante o mês reavivou a demanda de retalho/varejo na Índia e isto pode criar um vento favorável para as importações de ouro.”


Com o surto de COVID-19 abrandando e a economia voltando a abrir, a demanda do retalho/varejo por ouro subiu em julho, o que ajudou a impulsionar o aumento das importações.


Os estados indianos começaram a relaxar as medidas restritivas em meados de junho. As compras de casamento ajudaram a impulsionar a forte demanda no início de julho. A demanda diminuiu um pouco no final do mês, principalmente devido à falta de datas de casamento.


De acordo com o WGC, a demanda do varejo deve permanecer alta em agosto. Houve uma correção de 2.4% no preço do ouro doméstico em 9 de agosto, o que criou uma boa oportunidade de compra. Festivais como Raksha Bandhan e Onam podem impulsionar ainda mais a demanda do retalho/varejo.


O banco central indiano continuou adicionando ouro às suas reservas em julho, comprando 5.6 toneladas. Isto se seguiu a uma compra de 9.4 toneladas em junho. A Índia adicionou 34.5 toneladas de ouro desde o início do ano.


O clima também deve ser favorável ao ouro. As monções aumentaram novamente com precipitação acumulada entre junho e julho 1% acima da média de longo período. Uma boa estação de monções normalmente significa uma boa estação de plantio para os agricultores, que também demandam ouro.


Os indianos tradicionalmente compram e mantêm ouro. No total, as famílias indianas possuem cerca de 25 mil toneladas de ouro. E este número pode ser maior devido ao grande mercado negro do país. Os indianos também valorizam o ouro como uma reserva, especialmente nas regiões rurais pobres. 2/3 da demanda de ouro da Índia vêm destas áreas. No geral, 87% das famílias no país possuem alguma quantidade do metal amarelo. Mesmo as famílias com níveis de renda mais baixos na Índia possuem algum ouro.


O ouro também serviu como recurso de salvação para muitos indianos durante a pandemia. Este artigo mostra o exemplo de um homem, Paul Fernandes, que, quando os lockdowns começaram, fez um empréstimo usando ouro como garantia para pagar a educação de seus filhos, depois que perdeu o emprego em um navio de cruzeiro. E depois passou para a venda de joias de ouro para pagar as despesas. Ele disse à Bloomberg que a venda de ouro o impede de assumir mais dívidas. “Vender minhas joias significa que não sou obrigado a pagar alguém com juros adicionais.”




André Marques